quinta-feira, 27 de abril de 2017

Miraguaí: As possibilidades para a rodada decisiva do Varzeano

TF apontou as chances de cada equipe visando os jogos da próxima segunda-feira, 1º
                Três equipes sonhando com liderança e duas lutando contra a eliminação, este é o cenário para a última rodada da fase inicial do Campeonato Varzeano de Miraguaí 2017 – Taça Flávio Cristiano Botton. Os jogos que definirão as semifinais ocorrerão na próxima segunda-feira, 1º de maio, feriado do Dia do Trabalho, no campo do EC Canarinho, no distrito de Tronqueiras, em Miraguaí. O time sede folga na ocasião.
                A primeira partida, marcada para às 14h, envolve Amigos do Irapuá x São Roque. O jogo de fundo é entre Dois Pinheiros x São Paulo. O blog Tarado por Futebol (TF) simulou todas as possibilidades de resultados e apontou as pretensões de todas as representação para a rodada decisiva. Confira:

AMIGOS DO IRAPUÁ
Vencendo: Garante a segunda colocação, e vira líder se o São Paulo não vencer.
Empatando: Outro resultado que assegura a vice-liderança, e assume liderança se o São Paulo não pontuar.
Perdendo: Cai para a terceira colocação.

SÃO ROQUE
Vencendo: Garante a classificação, ao menos, como segundo colocado. Vira líder se o São Paulo não vencer.
Empatando: Se classifica, em quarto.
Perdendo: Para se classificar, torce para o Dois Pinheiros não vencer.

DOIS PINHEIROS
Vencendo: Vais aos 4 pontos e torce por derrota do São Roque, caso contrário está eliminado.
Empatando ou perdendo: Será eliminado.

SÃO PAULO
Vencendo: Garante a liderança.
Empatando: Permanece na liderança se houver empate entre Amigos do Irapuá x São Roque.
Perdendo: Cai para a segunda colocação.

CANARINHO
- Folga na ocasião, sendo assim espera pra ver se avança em terceiro ou quarto. Para permanecer em terceiro, São Roque não pode vencer.

Pelo número de expulsões, Brasil-Pel é eliminado da Primeira Liga

Teve muita chuva em Xerém e teve classificação curiosa. Com o 1 a 1 diante do Brasil de Pelotas na noite desta quarta-feira, em Los Larios, o Fluminense garantiu sua vaga nas quartas de final da Primeira Liga. Mas o Tricolor só avançou na segunda posição do Grupo A graças ao quinto critério de desempate: menos cartões vermelhos.  O Brasil teve um (o goleiro Eduardo Martini foi expulso na estreia contra o Internacional). O Flu não teve. Houve igualdade em todos os outros critérios - pontos (4), vitórias (1), saldo de gols (0), gols pró (4) e confronto direto (1 x 1).
O Flu começou os dois tempos no ataque. No primeiro, Henrique Dourado tentou de voleiro e Marcos Júnior acertou a trave logo no início. Mas apesar da pressão, foi o Brasil de Pelotas que abriu o placar com Juninho após confusão na área tricolor. Em desvantagem, a equipe de Abel Braga passou a errar demais e pouco criou até o intervalo.
Na etapa final, muita chuva. Mas a pressão inicial deu resultado. Logo aos cinco minutos, Maranhão cruzou e Danielzinho desviou de cabeça para empatar. A virada quase veio com Marcos Júnior. Foi quando o Brasil partiu para o ataque em busca da classificação. Rodrigo Silva, em posição de impedimento, até chegou a marcar. O gol foi bem anulado pela arbitragem. O clube gaúcho ensaiou uma pressão no fim, mas não foi suficiente.
O adversário do Fluminense na próxima fase será definido por sorteio: Internacional, Flamengo, Cruzeiro ou Londrina. A partida única só será realizada no fim de agosto (nos dias 29 ou 30) e o Tricolor vai jogar fora de casa por ter se classificado em segundo lugar.
O Fluminense volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Flamengo na primeira partida da decisão do Campeonato Carioca. A bola rola às 16h no Maracanã. Já o Brasil só tem compromisso agora em maio: no dia 12 encara o Guarani, em Campinas, na sua estreia no Campeonato Brasileiro da Série B.

Fonte: GloboEsporte.com
Foto: Marcelo Theobald/Agência O Globo

Divisão de Acesso: União perde e está virtualmente eliminado

                O clima foi de despedida. Uma derrota do União Frederiquense na Arena  Alviazul representaria uma eliminação precoce na  Divisão de Acesso 2017, e ela veio, foi confirmada, isso porque o Lajeadense se impôs e triunfou por 3 a 1. Padu anotou três vezes em Lajeado, enquanto Cris Magno marcou o gol de consolo na gelada noite desta quarta-feira, 26.
                A eliminação ainda não é matemática, restam dois pontos a serem conquistados pelo Brasil de Farroupilha, que deve acontecer ainda no final desta 12ª rodada do Grupo B.O time de Frederico Westphalen ficou estacionado nos 13 pontos, não possui chances de ser rebaixado, porém se encontra à quatro de distância do G4 – composto por equipes com jogo a menos. O Lajeadense, por sua vez, foi aos 20 e pulou pra vice-liderança.
                Eliminado ou com chances, o União Frederiquense tem agenda pra cumprir na segunda-feira, 1º de maio, às 15h, quando recebe o Panambi, no Vermelhão da Colina, em Frederico Westphalen.

Foto: Ezequiel Neitzke/Jornal A Hora/Divulgação

De virada, TAC vence o Igrejinha pela Segundona

            Não foi fácil, mas foi convincente e de maneira recompensadora ao torcedor que compareceu em grande número no CT Futebol com Vida, em Três Passos, na gelada tarde desta quarta-feira. A primeira vitória em casa do Três Passos Atlético Clube (TAC) na Segundona Gaúcha 2017 teve principio de fracasso, com gol do Igrejinha anotado por Lucas e pênalti desperdiçado por Cleber. Na etapa complementar, Souza e Júnior Saudade marcaram belos gols e sacramentaram o triunfo por 2 a 1. O jogo valeu pela 5a rodada do primeiro turno.
            O resultado levou o TAC aos 8 pontos, figurando na quarta colocação do Grupo B, porém, assim como o lanterna Nova Prata, que tem apenas 2 pontos, possui um jogo a menos que os demais. A liderança pertence ao Grêmio, com 16 pontos. O Elite é o segundo com 10, enquanto o Igrejinha tem 9 pontos e aparece em terceiro. A classificação é completada por Gaúcho (6 pontos) e PRS Garibaldi (4 pontos).
            Antes mesmo de recuperar o jogo atrasado do turno inicial, o TAC volta em campo já no sábado, 29, por compromisso do returno da competição. No CT Hélio Dourado, em Eldorado do Sul, na Região Metropolitana de Porto Alegre, a representação trêspassense encara o Grêmio.

Foto: Divulgação

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Após longa negociação, Marcelo Cirino é apresentado pelo Inter

O Inter ganhou mais um reforço, dessa vez para o ataque, Marcelo Cirino, de 25 anos, foi apresentado na manhã desta terça-feira (25/4), na Sala de Conferências do estádio Beira-Rio e recebeu a camisa 77. Os sócios Diego Nascimento de Oliveira e Luis Henrique Barbosa Machado entregaram o manto ao jogador, que assinou contrato até 31 de dezembro deste ano. 
Cirino iniciou sua carreira no Atlético-PR, onde obteve grande destaque nacional, sendo revelação do Campeonato Brasileiro de 2013. O atacante estava no Flamengo e agora veste a camisa colorada. "O Inter é um grande time. A equipe está encaixada e vai dar tudo certo aqui", disse. O jogador também falou sobre sua função em campo. "Sempre atuei pelo lado direito. Estou vindo para ajudar e fazer o que o treinador pedir", afirmou.
`          Com muitos jogos e competições importantes pela frente, o atacante de 1,82m espera entrar logo em campo. "Quando eu tiver minha oportunidade, vou aproveitar da melhor maneira possível. Teremos que trabalhar bastante para assimilar os dois torneios, Copa do Brasil e Campenato Brasileiro", destacou o jogador. 

FICHA TÉCNICA
Nome: Marcelo Cirino Da Silva
Nascimento: 22/01/1992 – 25 anos
Natural: Maringá-PR
Altura: 1,82m

Carreira
2009: Atlético-PR
2011: Vitória
2012: Atlético-PR
2015: Flamengo
2017: Internacional

Conquistas
2011: Copa Internacional do Mediterrâneo (seleção brasileira sub-18)
2013: Revelação do Campeonato Brasileiro
2015: Artilheiro da Taça Guanabara

Fonte: Assessoria Internacional
Foto: Ricardo Duarte/SC Internacional/Divulgação

Ex-União, Tiago Nunes assume o Sub-19 do Atlético Paranaense

            Após excelente campanha pelo Veranópolis no Campeonato Gaúcho deste ano, no qual terminou a primeira fase na quinta colocação, Tiago Nunes será o novo comandante do Sub-19 do Atlético Paranaense. Com um projeto a longo prazo, o treinador visa agregar conhecimento e sem tirar de vista o futebol profissional.
- Será uma experiência muito boa para mim e sem perder contato com o futebol profissional. Aqui existe um projeto de integração dos profissionais da base ao profissional e também existe a possibilidade de um plano de carreira dentro do clube. Além disso, mencionando o que já é clichê, o Atlético tem uma das melhores estruturas de um clube de futebol do país e dá todas as condições necessárias para que possamos desenvolver trabalho de excelência – comentou.
Como atrativo, o treinador cita também a possibilidade de trabalhar ao lado de Paulo Autuori, coordenador metodológico de todo o departamento de futebol do Furacão. “Além de toda estrutura física e tecnológica que o clube disponibiliza, possui um trabalho metodológico diferenciado. O Paulo Autuori é um profissional com bastante vivência no futebol e é uma referência para todos. Tenho certeza que será uma experiência engrandecedora ter essa possibilidade de trabalhar em conjunto com ele e os demais profissionais que integram o departamento”.
A campanha pelo Veranópolis trouxe diversas propostas para o treinador, que era pretendido por clubes das Séries C e D do Brasileiro, além de outro gigante do futebol brasileiro para também dirigir a base. “Fizemos uma boa campanha com o Veranópolis e chegamos muito além do que aquilo que esperavam da nossa equipe. As propostas são sinal de reconhecimento de um trabalho bem feito e sou grato pelas portas que foram abertas neste primeiro semestre”, comentou o gaúcho, que terminou a fase de classificação do estadual na quinta posição.
Por fim, Nunes falou sobre os primeiros desafios no Sub-19 do Atlético para este ano. “Temos competições importantes neste ano. O Paranaense já está em andamento, mas logo em seguida vem o Brasileiro Sub-20, Copa Ipiranga, outros torneios nacionais e internacionais, além da Taça São Paulo do ano que vem. Há muito trabalho a se fazer e espero que possamos ter êxito e manter o Atlético como uma referência no trabalho de base”.
Além do Veranópolis, Tiago Nunes tem passagens por Rio Branco-AC, Luverdense-MT, São Paulo-RG, União Frederiquense e também pelas categorias de base de Juventude e Grêmio, dentre outros diversos clubes brasileiros. Como títulos, o técnico tem o Campeonato Acreano com o Rio Branco; Matogrossense com o Luverdense; Campeonato Gaúcho com a base do Grêmio e a Copa Serrana-RS com o Juventude (venceu o torneio profissional com a equipe Sub-20).

Fonte: Peleia FC
Foto: Fábio Wosniak/Site Oficial CAP/Divulgação

terça-feira, 25 de abril de 2017

Na Colina, São Luiz derrota o União Frederiquense

                Depois de encarar duas “pedreiras” fora de casa e voltar para Frederico Westphalen com um ponto na bagagem, o União Frederiquense objetivava superar o São Luiz no Vermelhão da Colina para voltar entrar na briga direta por uma vaga na próxima fase, porém o que aconteceu na tarde do último domingo foi o contrário: derrota por 1 a 0, o gol do time de Ijuí foi anotado por Jean Dias, de falta
                A vitória manteve o Rubro em crescimento na Divisão de Acesso, tendo a melhor campanha do returno e saltou para a vice-liderança do Grupo B. Com 20 pontos, os comandados de Paulo Henrique Marques estão atrás somente do Glória de Vacaria, que tem 23. O G4 é completado por Lajeadense e Brasil de Farroupilha, ambos com 17 pontos. Ainda com chances matemáticas, o União figura em sexto, com 13. Em quinto, o Esportivo é outro que tem 17 pontos. Tupi tem 7, enquanto a lanterna é ocupada pelo Panambi, com apenas 3 pontos.
                Pela 12ª rodada, o União Frederiquense volta a campo nesta quarta-feira, 26 de abril, às 20h, para encarar o Lajeadense, na Arena Alviazul, em Lajeado. No dia seguinte, quinta-feira, 27, o São Luiz recebe o Tupi de Crissiumal no estádio 19 de Outubro, na Baixada, em Ijuí.

Foto: Fábio Pelinson/O Alto Uruguai